Desenvolvimento Stela 1/4 e 1/5 meses

 

Stela já sabe pedir. Ama a galinha pintadinha,- aquela santa/salvadora de famílias – dia desses olhou pra mim e mandou: “Qué Popopó Mamain”. Fiquei desmaiada, coloquei e me toquei que agora o caminho é sem volta. Cada vez mais ela vai exigir o que quer. : O

Sabe onde está o cabelo, a boca, a mão, o pé, o nariz e a orelha.

Adora colocar roupa na cabeça, de preferência roupa suja. As preferidas são as cuecas do pai, sai andando achando a maior graça e fica retada quando a gente tenta tomar. Sobre esses prazeres exóticos, se tem uma coisa na vida que ela ama é mexer em lixo. Curuzes.! Não sei quem essa criança puxou.

Pega meu celular, coloca na orelha e fica um tempão ali conversando com alguma criatura imaginária. Roda o dedinho indicador e às vezes dá até pra pensar que tá rolando alguma DR.

Tomou uma queda e quebrou um pedaço grande do dente. Não superei. Foi uma agonia pra amamentar nos primeiros dias, mas passou. Amém.

Acha que sou sua escrava, adora jogar coisas no chão pra eu pegar. Aponta e começa a gritar “Mamãe péeeee” (pega)

Pega as bolsas de Cecília, pendura no braço e vai pra porta decidida falando “Bó” (bora) #rueiradefine

Quando está mamando e não quer mais, sacode a cabeça falando “Não Tô (peito) mamãe”. Já sabe se comunicar e a vejo como uma mini humana de verdade agora.

Tu-do que Cecília faz ela quer fazer.

Cecília pula de um pé só, ela tenta também

Cecília tem mania de pendurar nas minhas roupas. Lá vem Stela pendurar também.

Cecília quando não quer comer cospe a comida, Stela cospe também.

Cecília fala um desaforo, Stela vem com o seu linguajar em tom desaforado também. Senhor, daí-me paciência.!

Decidiu que lugar bom mesmo pra lavar as mãos é no vaso sanitário. Quando vi a cena quase enfartei. Sorte que só tinha água lá dentro.

Quando chamo pra tomar banho, fica toda animada tentando tirar a roupa.

Não pode ver o penico da irmã de bobeira que senta fingindo que é uma moça desfraldada.

Adora havaiana, quando está descalça pega a sandália pra eu calçar nela e levanta o pé pra me ajudar.

Dá uns pitis, faz umas birras que me dá medo. Viajar com ela de carro é um trauma familiar. Mas tudo isso é um nada perto da gostosura que ela é.

 

20170127_134149

20170127_140831

20170204_113727

DSC_0027

DSC_0041

DSC_0097

DSC_0111

 

Desenvolvimento Stela 1 ano e 3 meses

Ser mãe de duas é administrar brigas, disputas, dengo, ciúmes o dia todo e de ambas as partes.
Cansa…
Eu tento ser justa, mas vira e mexe o bixinho da culpa vem me incomodar.
Stela é fogo, Cecília gasolina e eu uma simples bombeira apagando incêndios forever. Dia desses banquei a louca, depois de gritos, tapas, puxões de cabelo entre as duas disputando um brinquedo, sair catando tudo e joguei dentro do banheiro. Disse que só devolveria quando elas aprendessem a dividir. Deu certo, nos primeiros 5 minutos.
Quando uma percebe que a outra está se divertindo com alguma coisa (pode ser uma colher), aquilo se torna o My Precious do momento. É punk.!
Mas nessa casa também há paixões.
Quando a paz reina é beijo, abraço, gargalhada e uma conexão linda que existe entre irmãs. Dá gosto de ver.
Stela é pequena, mas percebo que ela entende muitas coisas. A gente se comunica bem, do nosso jeito e acho que ela é um bebê muito inteligente.
Começou a gostar de ficar sozinha, às vezes a casa está um silêncio e quando vou procurar ela está sentadinha no sofá com algum brinquedo.
Pede água (au)
Aponta quando quer alguma coisa, sabe onde está o nariz, adora a galinha pintadinha e chama de Popó quinenzim Cecília quando era pequena.
Desconhece o prazer, a felicidade e a satisfação que é dormir uma noite inteira e eu só lamento por ela e por mim, que estou o bagaço da laranja.
Precisa cortar seus dois fios de cabelo urgente e está cada dia mais viciada no peito que ela chama carinhosamente de “Tô”. Não pode me ver sentada, que começa a puxar a blusa falando “Tô” desesperadamente. Eu amo amamentar, mas tem dias que isso enche o saco. #prontofalei#quemdissequeseriafácil #eusóqueriadormir

Desenvolvimento Stela 1 ano e 2 meses

O que aconteceu de mais importante neste último mês foi Stela ter começado a andar. Ufa.!!! A gente é mãe de segunda viagem, se acha experiente, descolada, dá conselho, diz que sabe que cada bebê tem o seu tempo, mas a verdade é que quando a criança/bebê não corresponde as NOSSAS expectativas, a gente fica com uma agonia sem fim.
Mesmo sabendo que até 1 ano e 4 meses é normal o bebê não andar sozinho, eu estava ficando preocupada. Aí do nada ela me surpreendeu e deu os primeiros passinhos quando eu menos esperava. Obrigada filha.!
Mama fazendo carinho no meu peito e juntas fazemos cara de paisagem quando alguém vem dar pitaco falando que é feio criança com mais de 1 ano mamar no peito. #vaiterpeitosim
Brinca de dar mamadeira para as bonecas
Quando acha um pano sai limpando o que encontra pela frente.
Descobriu o buraco do nariz e acha a maior graça quando enfia o dedo com tudo. Já percebi que ela gosta de enfiar coisas no nariz.
Fica descontrolada quando eu tento tirar ela da banheira, fala “não” e tenta mergulhar. Quando finalmente consigo pegar ela no colo, faz um escândalo e me quebra na porrada :O
Falando em pitis, quando é contrariada joga o que estiver na mão, deita no chão e se estica toda gritando desesperadamente. A rainha do drama forever.
Belisca Cecília, puxa o cabelo e faz isso de preferência quando acha que ninguém está olhando. Quando é pega em flagrante faz o maior bico do mundo com cara de culpada não arrependida.
Imita tudo o que a gente faz e imita algumas coisas que a gente fala. Do jeito dela.
Continua meu chicletinho e quando percebe que vou tirá-la do colo gruda em mim como se fosse um bicho preguiça. É muito amor

Desenvolvimento Stela 1 ano e 1 mês

Esse mês a defino como desbravadora.

Ama dançar e canta do jeito dela uma música do Patati.

Quando diz “Não” se sacode toda igual cachorro molhado.

Sabe abrir meu guarda-roupa e mexe em tudo. Se eu deixar come todos os meus sapatos.

Aprendeu a descer uma escada que tem aqui em casa. Antes ela tentava descer de frente, mas viu que não era muito negócio e agora desce de bundinha. Com essa nova técnica, desce de tudo.

Sempre que quer dar um voltinha bípede, segura na minha mão e canta “dandá, dandá”. Ainda não caminha sozinha e todos os dias quando a Avó Materna me liga pergunta como quem não quer nada se Stelinha já está andando rs.!

Quando estou fazendo almoço, coloco umas panelas e colher pra ela brincar. Ela brinca tão séria, que posso jurar que está “cozinhando” também rs.

Agora que  tá maiorzinha, não usa mais bebê conforto. Passeia de boaça na cadeirinha e  tá curtindo muito mais. A coisa mais linda da vida é olhar pra trás e ver ela e Cecília de mãozinha dada. #mãededuas20161015_110724dsc_0334dsc_0352dsc_0358dsc_0378dsc_0449dsc_0503dsc_0519dsc_0575

Desenvolvimento Stela 1 ano

Um ano inteirinho se passou e rápido. É praticamente impossível não relembrar todos os meses que passamos juntas até agora. A sua chegada, a certeza de que com você eu iria realizar o sonho da amamentação e o medo de como seria a sua adaptação na nossa família.
Você filha, chegou derrubando as minhas certezas. Calçou-me o chinelinho da humildade e me fez entender na prática e nas madrugadas que cada bebê é de um jeito. Me mostrou que eu posso ler mil livros, que uma teoria pode funcionar com mil bebês, mas que com você não é bem assim. Você é do seu jeito, minha onça.
Estamos juntas nessas madrugadas sem fim, e até hoje você não dormiu uma única noite inteira.
Está ficando careca pela segunda vez e sinceramente por essa eu não esperava rs.!
Não anda, e se por um lado eu acho bom por ficar mais tranquila em relação às quedas, por outro não aguento mais ver você e suas roupas encardidas no final do dia.
Chama qualquer criança ou boneca de neném
Abre todas as gavetas e portas que vê pela frente e mexe em tudo.
É fanática por aqueles copinhos de transição, o difícil mesmo é só administrar a treta quando sua irmã aparece bebendo alguma coisa na sua frente.
Tá pra me matar de tanto tapa, mordida e beliscão.
Quando te peço um beijo, segura no meu rosto e me lasca um beijão com direito a estalo e tudo.
Se aventura subindo em cadeirinhas, mas o que você gosta mesmo é de conversar.
E eu estarei aqui para bater papo sempre que quiser :*

 

14591582_979722525489384_7367265502779577363_ndsc_0019dsc_0047dsc_0066dsc_0091dsc_0096dsc_0119dsc_0131dsc_0135dsc_0138dsc_0218dsc_0268

Desenvolvimento Stela 11 meses

Tenho percebido Stela mais independente. Engatinha pra longe de mim, e fica bastante tempo entretida com alguma coisa.
Levanta e anda com facilidade se apoiando nas coisas.
Sacode o dedo indicador falando nanão com a autoridade de uma mini/ser/humana de 11 meses.
Pega o celular, coloca na orelha e diz alô.
Quando eu pergunto quantos anos ela tem, levanta o dedo bem alto e fala Uuumm
Bebe água no copo igual adulto
Entende perfeitamente quando eu digo para não mexer em alguma coisa, obedece quando quer e faz à egípcia quando está muito interessada no objeto proibido.
Está conversadeira, as vezes engatamos um papo tão longo, que eu chego a ficar zonZa. Agora, loucura mesmo é quando ela e Cecília resolvem me chamar ao mesmo tempo. Nessas horas cai a ficha que são duas.
Joga beijo com a mão, fala vovó e
quando quer alguma coisa fala “dá dá dá” infinitum sacudindo os braços e as pernas freneticamente.
Pela manhã ao acordar, me espera de pé no berço enquanto grita “mãe” com a sua voz grossa.
Não pode passar uma contrariedade que faz escândalo, é difícil de consolar e resolveu implicar com as trocas de fralda.
Mas tem um jeitinho tão gostoso de aconchegar a cabeça no meu ombro, que sonho em parar o tempo e viver pela eternidade nessas horinhas de descuido.1-21-211-231-411-451-571-69dsc_0004dsc_0026

Desenvolvimento Stela 10 meses

Eu queria tanto ver Stela engatinhando que agora ela engatinha na velocidade 10. Se ela estiver de olho em alguma coisa perigosa, eu tenho que correr pra chegar primeiro por que ela se tornou uma engatinhadora profissional.
Os cuidados por aqui estão sendo redobrados, principalmente agora que ela sobe degraus. O meu lema é: vigiai e orai.
Começou a ficar em pé segurando nas coisas e vai caminhando de ladinho apoiada.
Chama Cecília de Cici e abre aquele sorrisão quando vê a irmã.
Já sabe brincar e quando eu pergunto “Cadê Stelinha?”, ela coloca a mão no rosto se escondendo.
É do tipo gulosa, não pode ver ninguém comendo que faz escândalo EXIGINDO.
E eu sou grata a Deus todo dia por ter me dado esse presente inesperado ; )

 

DSC_0053DSC_0068DSC_0076DSC_0087DSC_0127DSC_0139DSC_0167DSC_0168DSC_0174

Desenvolvimento Stela 9 meses

Dia desses fui pegar ela no berço pela manhã e ela estava sentadinha me esperando.
Finalmente começou a engatinhar. Eu já estava começando a me conformar que ela não engatinharia, mas aí ela me surpreendeu. Fiquei toda feliz, por que uma das coisas que os bebês fazem que eu acho mais fofo é engatinhar.
Descobriu que tem uma língua e toda hora fica segurando totalmente intrigada.
Cospe. Cospe a saliva, a comida e qualquer tipo de remédio. Fala tchá quando quer dá tchau, tenta ficar em pé se apoiando em mim e sua atividade favorita é me morder, sem dó e sem piedade.
Quando está segurando algo e eu falo “dá”, ela entende e me entrega.
Teve o primeiro resfriado com direito a tosse, febre e muuuuuuuita coriza. A bixinha tossia tanto, que tentando achar uma solução acabei descobrindo uma dica MARAVILHOSA para aquelas noites que o bebê/criança começa a tossir e não para mais. Pegue uma cebola, corte em quatro pedaços e coloque ao lado do berço. Foi o que me salvou nessas noites malucas. Fica a dica.13627211_917104858417818_3488490071836946752_n13645267_917104965084474_3721909814731600943_n13654197_917104928417811_8097114916880767880_n13658957_917104818417822_8324090530321781311_n13680638_917105585084412_1662249160676851676_n13680640_917105478417756_6233596107125258818_n13681073_917105535084417_6726005605820458210_n13872803_917105405084430_2717245676462437336_n

Desenvolvimento Cecília 2 anos e 6 meses

Ela é a luz e a alegria dessa casa. Carisma não lhe falta e é querida que dá gosto. #DeusConserve
Seis meses depois do último álbum, minha filha deu passos importantes na sua pequena caminhada. Caiu na creche, quebrou um pedaço do dente e foi obrigada a largar a chupeta. Não foi como eu planejava, aos poucos com carinho. Foi sofrido, mas a gente conseguiu.
Passou por crises de ciúme, birras terríveis, quase me enlouqueceu, mas graças a Deus a paz voltou a reinar nessa humilde residência.
Não usa mais fralda durante o dia, mas ainda tem escapes em casa. Na rua é uma dama.
Ama a irmã, mas a agride também.
Sabe fingir, inventa coisas e adora dizer que alguém bateu nela.
Gosta de beijar, abraçar e depois de crescida resolveu acordar a noite.
Seu doce preferido na vida é pirulito, mas é capaz de viver só de ovo pela eternidade.
A galinha pintadinha já não faz mais tanto sucesso por aqui, o que ela gosta mesmo é de Patati Patata e Xuxa. Pasmem!
Adora livros, lê sozinha, lê pra mim e lê para as bonecas.
Solta pum e acha a maior graça. Sua alegria é ver o que a mãe faz na privada e faz escândalo se não for ela a dar descarga.
Sabe fazer círculos, conta até dez e segura na minha mão pra me ensinar a fazer desenhos no caderno.
Caiu, bateu a cabeça e teve que ficar internada em observação.
Dançou pela primeira vez na festinha da creche e eu quase explodir de orgulho.
É apaixonada pelo pai, mas 99% das coisas quer que eu faça por ela e com ela.
É a minha companheira, a melhor parte de mim. Que possamos dar muitas gargalhadas juntas nessa vida filha.

2 anos e 2 meses (1)

2 anos e 2 meses (2)

2 anos e 2 meses (3)

2 anos e 2 meses (4)

2 anos e 2 meses (5)

2 anos e 3 meses (2)

2 anos e 5 meses (1)

2 anos e 5 meses (3)

2 anos e 6 meses (1)

2 anos e 6 meses (2)

DSC_0004DSC_0063DSC_0121

Relatos dos meus dias com minhas filhas.!